Exposição: Quando a pele incendeia a memória-nasce um fotógrafo no sertão do século XIX

José Ezelino da Costa

Homem negro, brasileiríssimo, nascido em 1889, em pleno sertão do Rio Grande do Norte, no sítio Umbuzeiro, nos arredores de Caicó, uma cidade de sociedade predominantemente branca. Tornou-se fotógrafo e músico. Tocava instrumentos de sopro e tinha paixão pelo jazz e pela Música Sacra. Filho de Bertuleza Maria da Conceição, uma escrava, foi o primeiro fotógrafo negro do sertão do Seridó.

 

IMG-20170830-WA0039

20170906_203709

20170922_103638

20170922_103416

20170906_204059

20170922_103430

20170922_103615

20170922_103442

IMG-20170906-WA0047

20170906_202641

Descendentes de José Ezelino ( sobrinha-neta e sobrinha bisneta).

Exposição realizada no mês de setembro de 2017- no Natal Shopping. Patrocinada pelo Grupo Vila- Morada da Paz.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s